Você quer trabalhar no BB?

Finalmente SAIU O EDITAL do BB... será?

Marco Aurélio Gomes      quarta-feira, 7 de março de 2018

Compartilhe esta página com seus amigos

 

ÊÊÊEÊÊÊÊBA!!!

Finalmente saiu o tão esperado e desejado Edital para o concurso do Banco do Brasil!!!

Acordamos hoje com dois sentimentos: surpresa e felicidade...

Surpresa porque não havia nenhuma previsão de sair um novo concurso do BB, e felicidade porque, finalmente... saiu o edital.

Beleza... passado o estado de euforia inicial, vamos ver o edital... vamos ver prá onde é, quantas vagas tem, quanto custa a inscrição... enfim, dar uma olhada nas informações que me interessam.

Logo no início do edital os sentimentos começam se transformar (e vai piorar).

Você já leu o edital? Sim, porque esta é a primeira coisa que você tem que ver... depois vai pros grupos do Face, do Whats e dá uma olhada no que as pessoas estão dizendo... vai pro Google e pesquisa o que os cursinhos estão falando, e depois começa a pensar e refletir sobre tudo que viu e leu.

Foi isto que eu fiz hoje, depois de saber da divulgação do edital... fui lá no site da Sesgranrio baixar o edital, li as partes que me interessavam de início... depois fui para os grupos que participo (pedi para entrar em alguns que não participava), fui olhar os sites dos cursos, vi alguns vídeos... e notei que muita gente está quieta ainda.

Alguns cursinhos estão decifrando o edital e tentando entender, se planejando para soltar os cursos com base no novo edital, outros já se anteciparam e acabaram falando bobagem, e outros não falaram nada ainda.

Bom, depois de algumas horas navegando nas informações disponíveis, um dos sentimentos iniciais já se esvaiu (a felicidade), e o outro aguçou ainda mais: a surpresa.

Desde que eu vi a primeira notícia, a depois de ler o edital e ver o que as pessoas estão falando, 3 surpresas me atingem:

Primeira: a própria divulgação de um edital agora... confesso que eu não tinha nenhuma expectativa de um novo concurso para este ano, e venho falando isto já há algum tempo, inclusive a quem tem perguntado (ainda nesta semana), eu respondi que não tinha nenhum cenário que indicasse a realização de um novo concurso do BB a curto e médio prazo.

Segunda: as cidades onde tem vagas... leia bem, as CIDADES (não são os estados) de São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília, e também o número de vagas (só 30 vagas?). Não tem muito sentido fazer concurso para essas cidades...

São Paulo é um dos estados que tem gente sobrando (por conta do recente fechamento de agências, e São Paulo foi um dos estados que mais fechou), muitos funcionários que perderam o local de trabalho ou e/o cargo, ainda estão tentando se recolocar.

Brasília tem um dos maiores contingentes de funcionários, por conta dos órgãos de direção do banco, e também tem gente sobrando, e Rio de Janeiro, com toda a confusão que está enfrentando, não é (pelo menos agora) uma cidade com qualidade suficiente para atrair novos moradores.

E por que fazer um concurso para chamar só 30 pessoas (no máximo 60)?

Fazer um concurso nacional para oferecer 30 vagas é, no mínimo, estranho.

Aí tem gente falando que é um concurso só prá ganhar dinheiro... como assim? Ganhar dinheiro com a taxa de inscrição?

Sempre tem gente que fala isto... eu, sinceramente não entendo muito bem o que isto quer dizer... essas pessoas acham que é barato pagar prá Sesgranrio organizar um concurso desse tamanho?

Será que o banco não ganharia mais dinheiro emprestando prás pessoas que estão já atoladas, ou distribuindo cartão de crédito e cheque especial prá deus e o mundo?

Bom, cada um cada um, e cada um tem o direito de pensar o que quiser, e ter suas convicções e opiniões... eu acho que existem outras formas de o banco ganhar dinheiro, que não seja pegar 48 reais de gente que quer trabalhar lá... mas é estranho ter só 30 vagas.

E a terceira surpresa: as matérias e o conteúdo programático. Acho que aqui a felicidade acabou de vez, e veio um sentimento de que alguma coisa não estava batendo... algo esta errado!

De onde é que tiraram esse conteúdo?

Bom, abrindo um parêntese aqui: vou partir do princípio que você pelo menos leu o edital (se não leu, vá lá e leia... se não, é capaz de ficar perdido aqui), porque se eu for destrinchar o edital aqui, vai ficar muito longo o texto (quem sabe faça outro artigo explicando o edital, mas agora não).

Até a parte do conteúdo programático (o que vai cair na prova), a surpresa estava só por conta das cidades e do número de vagas, mas com o avanço da leitura a coisa foi piorando.

Por que na 1a etapa (prova objetiva) a prova de conhecimentos básicos tem só 20 questões (valendo 25 pontos), para Português (5 questões, valendo 5 pontos), Inglês (5 questões, valendo 5 pontos) , Matemática (5 questões, valendo 10 pontos) e Atualidades (5 questões, valendo 5 pontos)?

Não parece que esses conhecimentos sejam importantes para essa prova... e vejam que o conteúdo de matemática é diferente do dos concursos anteriores... estranho!

Por que a prova de conhecimentos específicos tem 50 questões que valem 75 pontos? Será que é aqui que o banco está focado?

Prova de Probabilidade Estatística? 20 questões, valendo 30 pontos? É a primeira vez que isso aparece, e valendo sozinha mais que a prova de conhecimentos básicos inteira?

Conhecimentos Bancários, com 5 questões valendo 7,5 pontos!!! Opa, aí tem coisa... não é um concurso para Escriturário?

Vou até deixar um print do Conteúdo Ocupacional do Edital aqui embaixo... é um resumo das atividades do Escriturário:

Se tiver curiosidade pode olhar o edital do último concurso... é igualzinho... e nem poderia ser diferente, até porque essa descrição consta dos normativos internos do banco, e é basicamente isso que o Escriturário faz (será que pisaram na bola na hora do copia e cola?).

Então por que este novo funcionário (que conseguir passar no concurso) não precisa ter conhecimento sobre a atividade bancaria? Também estranho...

Mas o pior ainda estava por vir: Conhecimentos de Informática, 25 questões, valendo 37,5 pontos!!! Aí realmente é pácaba... a prova com maior pontuação do concurso.

Se você ainda não tinha se ligado nisto, vai se ligar quando chegar no Anexo III, que tem o conteúdo das provas... mas isto eu falo mais prá frente.... vamos continuar falando das etapas da seleção.

A 2a Etapa é a Redação... a maldita redação! Desespero de muitos candidatos.

Mas neste caso pode ficar tranquilo... antes de ter a redação corrigida, você vai ter que passar naquela “provinha” que falei antes, entre os 120 primeiros colocados.

E mesmo que você seja fera em redação, tem que tirar pelo menos 7 nela, se não já era... e, pior, ela não serve nem para aumentar nem para diminuir a nota geral... a redação só elimina, não classifica... é só prá complicar mesmo.

A 3a Etapa é a verificação da veracidade da autodeclaração prestada por candidatos pretos ou pardos.

Para os que se enquadram ou se consideram enquadrados nesta situação, eu recomendo dar uma lida nas recomendações do Edital, já que será realizada a verificação presencial da veracidade da declaração e, caso não seja confirmada a informação declarada, o candidato será eliminado.

E, por fim, a 4a etapa, que é o que conhecemos como qualificação, ou seja, entrega de documentos e perícia médica, também de caráter eliminatório.

Beleza... vamos ao anexo III, os Conteúdos Programáticos:

Não vou descrever o que é pedido para cada matéria, isso está no edital, só queria chamar a atenção para os conteúdos de Matemática (que no último edital era chamada de Raciocínio Lógico Matemático), que tem novidades... para o conteúdo de Probabilidade e Estatística (que é novidade), e para os Conhecimentos de Informática que, na minha opinião (e eu sou totalmente analfabeto naquilo que está escrito ali), é um conhecimento que não se adquire nem fácil nem rapidamente... é coisa prá quem já sebe, e sabe muito.

Bom, vimos até aqui o que diz o Edital... agora vamos dar uma analisada em tudo isto.

Nós podemos interpretar o que foi divulgado de 2 formas:

Ou o edital está errado (como alguns estão falando), e será retificado (mudando o conteúdo das provas, ou mudando o conteúdo ocupacional do cargo), ou o edital está certo e é isto mesmo.

Na primeira hipótese, do edital errado,  vamos ficar sabendo isto já... não dá prá iniciar as inscrições e depois mudar o nome do cargo, por exemplo... ao invés de escriturário, o concurso é prá técnico em TI (embora não exista nenhum cargo parecido com isto no banco... a não ser que mudem isto também).

Então se for isto, não se preocupe, pode ser que até já tenham mudado o edital enquanto escrevo esse artigo.

A segunda hipótese, e é a que eu acho que é a correta (minha opinião... e como disse lá no meio deste artigo, cada um tem o direito de ter a sua).

O Edital foi divulgado buscando no mercado profissionais que o banco não tem hoje: Escriturários com amplo conhecimento em Tecnologia, Informática, TI, Programação, etc...

E aí as minhas surpresas se desfazem.

Relembrando...

Por que um edital tão fora das expectativas? Por que só prá São Paulo, Rio e Brasília? Por que só 30 vagas?  E porque a exigência desses conhecimentos tão específicos na área de Matemática, Probabilidade, Estatística e Informática?

Vou tentar responder:

  • Por que a divulgação de um edital agora, no meio da confusão que está o país e o Banco?

Como eu disse antes, porque o banco está buscando um tipo de escriturário que ele não tem em seus quadros.

Como?

O Banco não tem profissionais desta área?

Tem sim, mas não Escriturário.

A imensa maioria dos profissionais de TI (vamos chamar assim, prá simplificar) que trabalham no banco são comissionados, não são de início de carreira e, por consequência tem salários bem maiores (na faixa de uns 10 mil).

Então, nada mais coerente (do ponto de vista do banco) do que trazer prá dentro do banco outros profissionais com tanto ou mais conhecimento do que os que já estão lá, por um custo bem menor.

  • Por que só prás cidades de São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília?

Porque a Diretoria de Tecnologia do Banco (a DITEC) está em Brasília, bem como a maioria dos profissionais da área, e todo o processamento tecnológico do banco (desde os dados internos, até o saque que você faz no caixa eletrônico, a transação pelo celular, enfim...) é espelhado.

Eu não sou expert neste assunto, mas é mais ou menos assim... o banco tem 3 grandes Centros de Processamento de dados: o principal fica em Brasília, e os processos principais são espelhados em outros 2 Centros de processamento, utilizados como Backup ou em emergências, como gargalo de processamento, falta de energia, tentativas de invasão, máquinas inoperantes, etc... e adivinha onde ficam esses outros 2 Centros de Processamento? Bingo... São Paulo e Rio de Janeiro... entendeu porque só prás 3 cidades?

  • Porque só 30 vagas?

Porque o banco não precisa de muita gente prá completar o quadro nesta área, ele deve estar pensando em reforçar o pessoal prá enfrentar todas essas mudanças e evoluções tecnológicas que estamos vivendo... por isto a exigência do conhecimento específico de informática.

E a última pergunta, sobre as matérias exigidas, já está respondida.

Como eu disse, são hipóteses... nada é certeza... são especulações com base nas informações que temos até o momento.

Pode ser que eu tenha escrito uma porção de bobagens aqui, e que realmente alguma coisa esteja errada... vamos ver.

O que resta saber, se o que eu estou supondo esteja correto, é:

  • Quem é que vai participar deste concurso?
  • Se o cara já é fera em informática, e manja de tudo aquilo que está sendo pedido... vai se sujeitar a ganhar 4 mil reais por mês?
  • Quem não é das capitais que tem vaga, vai se mudar prá lá (caso passe), e viver com algum conforto, com os 4 mil reais?
  • Quem não nanja nada do que está sendo pedido, vai conseguir aprender nos próximos 60 dias?
  • Mesmo manjando um pouco, vale a pena aprender o que falta?
  • Será que a abertura deste edital é um indicador que vai sair outro edital prá Escriturário mesmo?
  • E será que vai sair pros outros estados?
  • Será que realmente existe uma bolha de concursos, e que a divulgação do Basa e deste edital, apontam que os bancos vão começar a temporada de concursos?

Eu tenho as minhas respostas... e você?

Abraço!

sobre o autor

Olá, eu sou Marco Aurélio Gomes, Jornalista por formação, Bancário por opção e Educador por paixão... Neste espaço você pode esclarecer suas dúvidas e satisfazer sua curiosidade sobre como é trabalhar no Banco do Brasil.

Seja bem vindo!


CURSO PASSENOBB

 
Udemy

 

Aproveite os ÚLTIMOS DIAS do Curso PassenoBB no ar. O Curso será descontinuado e só quem estiver dentro continuará tendo acesso.


BUILDERALL

 
BuilderAll

Todas as ferramentas de Marketing Digital em um só lugar, para você criar, promover e vender on-line!


NEGÓCIO LOCAL

 
Negócio Local

 

Você quer atrair mais clientes para o seu negócio? Descubra como a Internet pode te ajudar!


AMIGURUMIS

 
Amigurumis by Jura

 

Venha conhecer os bonecos de crochê da Jura... arrisca você se apaixonar pela delicadeza do seu novo Amigurumi!


CURSO DAVINCI RESOLVE

 
Aprenda a editar vídeos com o DaVinci Resolve 14

 

Aprenda a editar vídeos com o software DaVinci Resolve 14, o editor profissional e gratuito da BlackMagic!


CURSO CRIAR CURSO

 
Criar Curso

 

Seu primeiro curso no ar: como planejar, produzir, publicar, divulgar e vender seus cursos on-line!


CRIE SEU SITE GRÁTIS

 
Site Grátis

 

Seja a sua estratégia de Marketing simples ou sofisticada... nunca foi tão fácil e rápido criar páginas profissionais, até agora!